• Inicio
  • Notícias
  • O que é o ácido fólico e qual a sua importância durante a gravidez?

O que é o ácido fólico e qual a sua importância durante a gravidez?

ácido-fólico-e-gravidez

A presença de ácido fólico durante a gravidez importante, uma vez que é uma vitamina do complexo B e também pode ser encontrado sob o nome de vitamina B9. É hidrossolúvel, ou seja, dissolve-se na água e não chega a ser armazenado no organismo durante muito tempo. Por conseguinte, devemos consumir esta vitamina regularmente para garantir que mantemos os níveis adequados no organismo.

Ter pouco ácido fólico pode ser um problema, especialmente quando está relacionado com a gravidez. Globalmente, esta vitamina desempenha um papel muito importante no desenvolvimento e na divisão celular. De facto, o ácido fólico é necessário para a síntese do ADN e do ARN, que são as matérias-primas das células, bem como para a produção de glóbulos vermelhos e brancos.

 

Ácido fólico durante a gravidez: importância e recomendações

O ácido fólico é especialmente importante durante a gravidez porque ajuda a prevenir defeitos do tubo neural no feto.

ácido-fólico-e-gravidez

O que é o tubo neural?

É uma estrutura que se forma durante as primeiras semanas de gravidez. Podemos dizer que vai dar origem ao cérebro e à espinal medula durante o desenvolvimento do feto no útero. Se o processo de formação do tubo neural não for concluído corretamente, podem ocorrer defeitos congénitos afetando o cérebro e a espinal medula. Estes defeitos são capazes de causar paralisia, dificuldades de aprendizagem, incontinência, hidrocefalia e outras complicações de gravidade variável.

 

Que papel desempenha o ácido fólico no desenvolvimento fetal?

O ácido fólico ajuda a prevenir estes defeitos do tubo neural, ajudando o tubo neural a formar-se adequadamente durante as primeiras semanas de gravidez. Apresentar ácido fólico baixo durante este período representa, portanto, um risco de malformações congénitas.

Em consequência, recomenda-se que as mulheres que pretendem engravidar ou que já estão grávidas tomem diariamente algum tipo de suplemento de ácido fólico, sendo especialmente importante fazê-lo durante o primeiro trimestre da gravidez.

 

Alimentos com ácido fólico

Uma alimentação saudável e equilibrada antes e durante a gravidez pode ajudar a garantir a ingestão de nutrientes importantes em quantidade suficiente, como o ácido fólico, mas também o ferro, o cálcio e a vitamina D. Todos estes nutrientes são essenciais para a saúde da mãe e para o crescimento e desenvolvimento do feto. Podemos até cuidar da alimentação para melhorar a fertilidade.

Embora os suplementos de ácido fólico sejam geralmente recomendados para as mulheres grávidas, podes encontrar esta vitamina naturalmente em muitos alimentos.

 

Vegetais de folha verde

Os legumes de folha verde, como os espinafres, as acelgas ou os brócolos, são ricos em ácido fólico. A alface romana ou as couves-de-bruxelas também contêm uma quantidade significativa de vitamina B9.

vegetais-folha-verde

Leguminosas ricas em vitaminas

Leguminosas como o feijão (pinto, branco ou preto), as lentilhas ou o grão-de-bico também contêm ácido fólico, um nutriente importante para a saúde do coração e do sistema nervoso.

leguminosas-ricas-em-vitaminas

Frutas e sementes

As frutas não são particularmente conhecidas por serem uma fonte de ácido fólico, mas há algumas que contêm uma certa quantidade. Exemplo disso são os citrinos, como laranjas e kiwis, ou frutas como o abacate, a papaia ou mesmo a banana.

Existem outras opções para consumir maiores quantidades de ácido fólico, como as sementes de girassol ou frutos secos como as nozes.

frutas-e-sementes

Cereais fortificados

Há alimentos aos quais são adicionados nutrientes extra que normalmente não estão presentes naturalmente. É o caso dos cereais fortificados. Por isso, pode ser aconselhável procurar estas opções quando consumir cereais ou pães.

cereais-fortificados

Suplemento de ácido fólico: quando é que é necessário?

Independentemente de ser possível obter uma certa quantidade de ácido fólico mediante da alimentação, pode ser difícil obter o suficiente apenas através dela. Assim, para evitar níveis de ácido fólico baixo, as mulheres são aconselhadas a tomar um suplemento de ácido fólico antes de engravidar e durante as primeiras 12 semanas de gestação.

É fundamental consultar um profissional de saúde para saber qual a dose recomendada em cada caso. Esta pode variar em função da idade, do peso, do estado de saúde, entre outros fatores. Também é importante considerar se a mulher já tem um historial familiar de defeitos do tubo neural ou antecedentes desta patologia em gravidezes anteriores. Nestes casos, pode ser recomendada uma dose mais elevada de ácido fólico. Mas, em qualquer caso, é sempre um especialista que determinará a dose adequada para cada mulher.

ácido-fólico-suplementos

Possíveis efeitos secundários da ingestão excessiva de ácido fólico

Ainda que o ácido fólico seja um nutriente que desempenha um papel importante na nossa saúde, é possível que o seu consumo excessivo possa causar alguns efeitos adversos, tais como:
– O possível mascaramento do diagnóstico de uma deficiência de vitamina B12, o que pode levar a complicações neurológicas;
– Embora raro, pode causar reações de hipersensibilidade incluindo eritema, prurido, broncoespasmo;
– Pode interferir com a eficácia de alguns medicamentos, tais como medicamentos antiepilépticos, contraceptivos orais;
– Alguns problemas gastrointestinais, como náuseas, vómitos, diarreia e flatulência.

 

 

Share this post

Obtenha informações sem compromisso

Preencha este formulário e intentaremos contestarte lo antes posible.
* Todos los campos son requeridos.

Este site está protegido pela reCAPTCHA e pela Política de Privacidade e Termos de Serviço da Google.
Saiba mais sem compromisso

Preencha este formulário e tentaremos responder-lhe o mais rápido possível.
* Todos os campos são obrigatórios.

Dados da consulta
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pela Política de Privacidade e Termos de Serviço do Google.